sábado, novembro 11, 2006

Insistência no sentir


Entre matizes de cores vivas,
um tom de cinza
a me perseguir.

(Pra falar de como eu me sinto)

Meu olhar de cada dia


Dias turvos,
tuas pupilas embaçadas.

Olhos coloridos
e sonoras gargalhadas!

sexta-feira, novembro 10, 2006

REMOTA INFÂNCIA


Uma tem cinco anos.
A outra fez seis há pouco.
São amigas de brincar de calcinha na calçada.

Uma tem cabelo liso e comprido.
A outra, loiros cabelos crespos.
São amigas de fantasiar nas brincadeiras pueris.

Uma é destemida,
forte e protetora.
A outra é doce,
frágil e delicada.

São amigas fiéis,
cúmplices nos sorrisos e olhares.

Uma protege a outra...
e vão crescer assim: namoradas!

(Poesia publicada na Antologia de poemas, "Poetas do Café", 2006)

domingo, novembro 05, 2006

Girassóis no domingo


Mão no queixo
Olhar apaixonado

Beijos guardados e um picolé de Jardim.