quarta-feira, outubro 18, 2006

Manifesto contra a distância


Tua casa deveria ser
ao lado da minha.

Pulava eu
o muro
e no escuro,
tu serias minha.

Se tua casa minha vizinha fosse,
esquecia rede na varanda.

Nenhum comentário: